Barra do Garças registra mais de 100 acidentes de trânsito em seis meses

A maioria dos casos está relacionada a imprudência

Por Fernando Lino/Da Redação 14/07/2017 - 16:58 hs

Foto: Semana7
Barra do Garças registra mais de 100 acidentes de trânsito em seis meses
Após acidente, motociclista parou em cima de veículo

Transitar por Barra do Garças tem se tornando uma tarefa perigosa. A imprudência tem sido a causa de muitos acidentes. A Delegacia Regional de Polícia Judiciária Civil do município divulgou dados sobre os acidentes de trânsito com vítimas de lesão corporal grave. Ao todo foram 138 acidentes e 2 mortes de janeiro a junho deste ano.

O principal motivo para esse número de acidentes está relacionado com a imprudência dos condutores. Muitos casos, após o atendimento preliminar chegam a óbito.

O levantamento foi feito durante os meses de janeiro a julho deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Os números mostram que houve aumento de acidentes. Ano passado foram 133 e neste ano esse número saltou para 138.

Segundo a Delegacia os acidentes registrados não consideram os casos em que não há lesão corporal, o que significa que esse número pode ser maior.

Aproximadamente um ano atrás um grave acidente aconteceu no cruzamento da Rua Waldir Rabelo com Avenida Mato Grosso no Centro da cidade. O acidente envolveu o condutor do veículo Paolo Diego Gomes bateu em um motociclista que avançou o sinal vermelho. O motociclista fraturou a perna, foi levado ao hospital e sobreviveu.

Paolo disse que “o trânsito na Barra se identifica na falta de paciência das pessoas. A sinalização precisa melhorar nas vilas. Porque, por vezes, apenas na via pública do centro encontra-se placas de sinalização”.

Flávio Pereira Diniz, Major do 2º Batalhão de Polícia Militar do município trabalha na fiscalização e em campanhas de educação do trânsito realizados pela cidade. O Major afirma que o trabalho educativo acontece através de barreiras policiais de orientação (blitz) e palestras educativas realizadas em escolas e empresas.

Algumas ‘blitz’ acontecem em locais de alto índice de acidentes com objetivo de flagrar infrações de trânsito. O teste do bafômetro normalmente acontece nessas operações e vários condutores são multados ou detidos.

Segundo Diniz estacionamento públicos tem sido causa de várias ocorrências, por estacionarem em local proibido e parar em fila dupla. “Temos notificado várias pessoas na cidade com este tipo de infração. Além disso, o condutor tem mostrado um comportamento agressivo ao ‘empinar’ suas motocicletas e em alta velocidade. Dentre as irregularidades, muitos condutores estão com sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) vencida” disse o Major.

A embriaguez ainda é um problema grave na cidade. Várias notificações têm acontecido durante as ações da polícia. Em época de grandes eventos, como a temporada de praia, vários casos são notificados.

A ausência de um órgão de trânsito para auxiliar na fiscalização tem sido prejudicial. A subseção da OAB de Barra do Garças, por meio da Comissão de Direito Tributário, apresentou durante a sessão do dia 29 de maio um pedido de criação de órgão de trânsito municipal.

Enquanto o pedido não é atendido os números de acidentes continuam aumentando. Mãe e filha morreram no dia 02 de junho após um acidente de trânsito na Rua Moreira Cabral onde há um cruzamento que não possuía sinalização e redutores de velocidade. Iranildes Pereira de Jesus Osório, de 44 anos, e Alana Pereira Osório, 17 anos, engrossam a estatística de vítimas da violência do trânsito de Barra do Garças.