Empresa cobra 140 mil reais em passagens, feitas por ex-secretário Maurício Costa

“As dívidas da gestão anterior não cessam, agora estão aparecendo os rombos que o Maurício deixou”, disse José Elias

Por Da Redação com Assessoria 15/07/2017 - 17:51 hs

Foto: Assessoria
Empresa cobra 140 mil reais em passagens, feitas por ex-secretário Maurício Costa
Representantes da Empresa Orion querem receber R$ 140 mil em passagens feitas na gestão anterior

O prefeito de Aragarças, José Elias Fernandes recebeu em gabinete na última quinta-feira (13), representantes da empresa Orion Transportes que não foram anunciar qualquer tipo de investimento, mas cobrar uma dívida de 140 mil reais realizadas na gestão anterior sob a responsabilidade de ex-secretário de Saúde, Maurício Costa, informou sua assessoria.

“Esse é o último rombo deixado pelo ex-secretário de Saúde de Aragarças, Maurício Costa, e descoberto agora na administração José Elias. Toda essa dívida é com uma única empresa de ônibus. Daria mais de três mil passagens, o que representaria um ônibus lotado todos os dias para Goiânia”, disse o José Elias. 

O prefeito disse que ainda que até hoje apareceram dividas semelhante também com outras empresas. A suspeita de lavagem de dinheiro fica bem evidenciada, pois nem que o Maurício viajasse com toda sua equipe gastaria tanto.

Outro fato, que estamos investigando é o consumo de combustível dos carros da Saúde que foram enormes na gestão passada, o que demonstra que não viajavam de ônibus, questionou.

Isso é uma vergonha para cidade. Esses desmandos e falcatruas acarretam prejuízos imensuráveis e atrasa o município. Iremos apresentar todos os atos de improbidade praticados na gestão anterior e responsabilizar quem for.

O que nos estranha é uma pessoa como esse cidadão ainda compor o quadro de funcionário na Câmara de Vereadores, no gabinete da presidência, precisamos ficar atentos. Finalizou José Elias em tom de preocupação.

Calhamaço de documentos que a empresa apresentou para receber a dívida. No detalhe o ex-secretário, Maurício Costa

OUTRO LADO

A reportagem entrou em contato com o ex-secretário Maurício Costa por telefone, que alegou não se recordar de ter deixado débito nesse montante, e disse que se existe esse débito deve ser do seu antecessor o ex-secretário Cleibiomar Santos.

Logo em seguida, Maurício retornou à ligação dizendo que administrou a saúde por nove meses, e que deixou o valor de 20 mil empenhando, e que esse deveria ter sido pago com o dinheiro da repatriação.