Líder do CV é executado em Hyundai preto com tiro na cabeça; comandava região Sul de MT

Por Bárbara Sá/RD News 15/05/2018 - 10:30 hs

Foto: Reprodução

Edimilson Filho Alves da Silva, 23 anos, o “Pamonha”, foi executado na noite desta segunda (14). Estava dentro do carro quando foi alvejado diversas vezez. Um dos disparos atingiu a cabeça. Pamonha era apontado pela polícia como líder do Comando Vermelho (CV), da região Sul de Mato Grosso e tinha passagens por tráfico de drogas e porte de arma.

Pamonha estava em um carro Hyundai I30 preto quando foi executado. O crime ocorreu no bairro, Jardim Ipanema, em Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá), por volta das 20h30. Testemunhas afirmam terem visto quando um homem desconhecido, emparedou uma moto junto ao carro de Edimilson e efetuou diversos disparos de arma de fogo, um dos tiros atingiu a cabeça da vítima.

A rua Francisco Manduca, onde ocorreu a execução, ficou cheia de curiosos. A Polícia Militar foi acionada para isolar a área. O Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) esteve no local e confirmou a morte do rapaz. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Pamonha foi preso pela Polícia Ambiental em fevereiro deste ano por crime ambiental e contrabando. O suspeito foi flagrado com 623 kg de pescado irregular, que estavam armazenados na casa dele, no bairro Jardim Urupês em Rondonópolis. Na residência ainda foram localizados 35 maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. 

No imóvel, a equipe encontrou três freezers com pescado, sendo 466 kg de Pintado, sete kg de Jaú, 48 kg de Pacu e 102 kg de peixes descaracterizados, totalizando 623 kg. Foram apreendidos também R$ 4,7 mil em dinheiro.