ALFINETE Terça-feira, 21 de Novembro de 2023, 13:48 - A | A

21 de Novembro de 2023, 13h:48 - A | A

ALFINETE / BARRA DO GARÇAS

Moacir Couto e a expectativa pela cadeira de prefeito

Redação



O suplente de deputado estadual, Moacir Couto (PP), que assumiu por um mês uma cadeira na Assembleia Legislativa na vaga do titular do partido, Paulo Araújo, em conversas com amigos e correligionários não descarta a hipótese de vir a ser candidato à Prefeitura de Barra do Garças nas eleições municipais de 2024. Em conversas com grupos políticos Moacir começa a fazer projeções de possíveis alianças para o embate político do próximo ano. As avaliações feitas até, segundo ele, “são as melhores possíveis” e acredita que “haverá alianças inesperadas” frente à possibilidade de ele sair candidato. 

A sua breve passagem pela a Assembleia Legislativa Moacir consistiu em dezenas de ações voltadas aos interesses da região de Barra do Garças e Vale do Araguaia mato-grossense, sendo o principal destaque o pedido de construção de um Hospital Regional de Barra do Garças. Além disso, Moacir Couto se posicionou em favor da suspensão da medida judicial que, em sua visão, “impede o crescimento do agronegócio no Araguaia” ao transformar milhares de hectares de áreas úmidas, de vários municípios da região, “em área pantaneira”. 

Do total de suas ações na Assembleia consta a apresentação de 29 proposições, quatro projetos de lei, igual número de prazo e movimentos de aplausos, 15 projetos de resolução e dois requisitos. Em um de seus projetos, ele pede para que a política estadual incentive a contratação de pessoas com síndrome de Down. O segundo projeto que foi aprovado institui a Semana de Conscientização do uso do seguro da eletricidade, onde Mato Grosso detém 30% dos casos no Centro-Oeste, com 592 mortes fatais. Em outro, ele solicitou o reconhecimento de interesse turístico relevante do Parque Estadual da Serra Azul e ressaltou que aquele local “tem uma diversidade turística muito grande, escadaria, mirante do Cristo, cachoeiras e um Disco Porto”.



Comente esta notícia

Marcos Aurélio Marques de Barros 25/11/2023

Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

1 comentários

1 de 1