ESPORTE Quinta-feira, 11 de Maio de 2023, 09:03 - A | A

11 de Maio de 2023, 09h:03 - A | A

ESPORTE / DESTAQUE NACIONAL

Atletas de jiu-jitsu de Barra do Garças conquistam medalhas em campeonato brasileiro

Cidade foi representada por 11 lutadores da escola Gracie Barra; torneio é considerado o mais difícil do mundo na modalidade esportiva

Andrezza Dias/Ronan de Sá
Da Redação



Uma equipe de atletas de Barra do Garças voltou para casa com quatro medalhas após participar do Campeonato Brasileiro de Jiu-jitsu, em Barueri (SP). O torneio organizado pela Confederação Brasileira de Jiujitsu (CBJJ) teve início no dia 29 de abril, com duração de sete dias, e é considerado o mais difícil do mundo nessa modalidade esportiva. (Veja vídeo no final da matéria)

A cidade foi representada por 11 lutadores da escola Gracie Barra, entre eles, Daniel Salviano Nogueira do Nascimento Filho, de apenas cinco anos, ganhou medalha de bronze ao competir na categoria pré-mirim e se tornou a primeira criança de Barra do Garças, no Vale do Araguaia, a ‘medalhar’ pela CBJJ na categoria.

Já Isabella Ladislau, 14 anos, conquistou o primeiro lugar no pódio da categoria infanto-juvenil. Competindo há quatro anos e com histórico de oito medalhas de ouro, a jovem diz que sua maior felicidade é lutar junto com os amigos e se esforçar ao máximo em todas as competições.

Divulgação

campeonato brasileiro jiu-jitsu 2023 - atletas de barra do garças

 

Campeã mundial juvenil de jiu-jitsu no ano passado, Ana Vitória Luz Silva, de 17 anos, conseguiu a medalha de prata na categoria adulto durante o torneio brasileiro. “Hoje, esse é o maior campeonato do mundo. Esse ano contou com a participação de cerca de 8 mil atletas e foi um prazer participar dessa competição, representar a nossa cidade. É muito gratificante ver os frutos do nosso trabalho”, disse a atleta.

Outra lutadora que se destacou no campeonato brasileiro foi Larissa Lorena Rodrigues Gonçalves, 17 anos. Ela conquistou medalha de prata ao competir na categoria juvenil.

Para Elcirley Luz, professor e quatro vezes campeão mundial de parajiujitsu, o resultado alcançado pela equipe foi incrível e é reflexo da integração de atletas e paratletas feita pela escola Gracie Barra.

“Eu até brinco com os pais dos nossos atletas que, no Brasil e mundo afora, as pessoas já conhecem a nossa escola, mas Barra do Garças nem tanto. É uma escola que se destaca pelo desporto e paradesporto. [...] é importante destacar que o desenvolvimento do paradesporto do planeta é feito aqui na cidade”, explicou. “O jiu-jitsu é um dos esportes que mais cresce no mundo e, inclusive, o que mais recebe pessoa com deficiência”, finalizou o paratleta. (Confira mais fotos dos atletas participantes do torneio no final da matéria)

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Educação BG

 

image
image
image
image
image
image
image
image


Comente esta notícia