GERAL & ECONOMIA Quinta-feira, 21 de Março de 2024, 13:12 - A | A

21 de Março de 2024, 13h:12 - A | A

GERAL & ECONOMIA / PANAMERICANO

Paratletas de Barra do Garças pedem apoio da FAB para disputar campeonato em Manaus

Equipe busca alternativas para conseguir transporte até o evento no estado do Amazonas; veja vídeo

Andrezza Dias
Semana7



Paratletas de Barra do Garças têm treinado forte no tatame para representar o município e o estado no ‘1º Campeonato Pan Americano Oficial de Jiu-jitsu Paradesportivo da FBJJP’, que acontece em Manaus (AM), entre os dias 20 e 21 de abril. Mesmo preparados física e tecnicamente, eles precisam antes conseguir apoio para chegar até a capital amazonense, distante quase 2.800 quilômetros de casa.

O grupo faz parte de um projeto social da Associação Mato-grossense de Jiu-jitsu Paradesportivo (AMTJJP) que é desenvolvido na academia Gracie Barra, em Barra do Garças. A iniciativa é referência mundial no trabalho de inclusão, adaptação e reabilitação de pessoas com deficiência (PCD’s) por meio da prática do jiu-jitsu e, no ano passado, foi reconhecida como utilidade pública no município.

Para tentar levar os atletas paradesportivos e seus auxiliares até a disputa, a AMTJJP tem buscado apoio do poder público municipal, da iniciativa privada e até mesmo da Força Aérea Brasileira (FAB). “Estamos buscando apoiadores e parceiros para tornar essa viagem possível. Por ser uma distância muito longa, não dá para irmos de ônibus. Estamos tentando transporte com uma aeronave da Força Aérea, porém não é nada certo. Então, estamos tentando outras alternativas para arrecadar fundos”, explicou ao Semana7 o presidente da AMTJJP, Antônio Vitor Lopes Godoy.

O pedido de transporte dos paratletas pelas Forças Armadas foi feito por meio de inscrição no Correio Aéreo Nacional (CAN). Esse benefício possibilita que qualquer cidadão viaje sem custos em um avião da FAB, dependendo da disponibilidade de vagas e de voo com destino ao lugar requerido.

Mesmo que a solicitação da associação seja atendida, a equipe de 20 pessoas ainda precisaria se deslocar até Brasília - DF, onde fica localizado o posto mais próximo do Correio Aéreo Nacional na região Centro-Oeste.

Devido às dificuldades de logística do grupo, o ideal seria que o embarque fosse realizado em Barra do Garças, que conta com um aeroporto municipal. O governo federal autoriza o uso de aviões da FAB para transportar grupos específicos de pessoas, como em missões humanitárias e resgate de repatriados, por exemplo. No ano passado, a Força Aérea deu apoio logístico com o transporte de voluntários e de 1,7 tonelada de equipamentos para a Expedição Cirúrgica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Alan de Kleber Aguiar, paratleta e professor no projeto, também ressaltou a importância da participação da equipe no evento que, segundo ele, é uma oportunidade de “mostrar a efetividade das pessoas com deficiência dentro da sociedade”.

Projeto social

No ano passado, a Associação Mato-grossense de Jiu-Jitsu Paradesportivo (AMTJJP) foi reconhecida como utilidade pública em Barra do Garças após a aprovação de um projeto de lei do vereador Ronair Nunes, devido ao trabalho com a comunidade.

Vale destacar que o parajiu-jitsu de Barra do Garças já representou Mato Grosso em mais de 48 países, como Emirados Árabes Unidos, Japão e Estados Unidos, além de vários estados brasileiros, o que resultou na conquista de diversas medalhas.

No início deste mês, o deputado federal Coronel Assis esteve em Barra do Garças e, após conhecer o projeto, anunciou a indicação de uma verba de mais de R$ 500 mil para a iniciativa. Contudo, a previsão é de que o recurso seja destinado no próximo ano. 

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI



Comente esta notícia