Obras de R$ 7 milhões apresentam problemas em Alto Taquari, afirma vereador Borba

Parlamentar questiona valores excessivos e qualidade ruim na entrega de obras no município

Por Da Redação/ Ronan de Sá e Kayc Alves 09/02/2019 - 19:33 hs

Foto: Semana7
Obras de R$ 7 milhões apresentam problemas em Alto Taquari, afirma vereador Borba
Vereador Ivan Borba questiona qualidade de obra milionária em Alto Taquari

Problemas em obras ainda em andamento e recém inauguradas têm sido notados em Alto Taquari. Segundo o vereador Ivan Borba (PSDB), trechos pavimentados já apresentam buracos e sistemas de drenagem não tem funcionado corretamente. O parlamentar questiona valores excessivos gastos na ordem de 7 milhões de reais em obras de qualidade duvidosa.

Ao Semana7, o vereador Borba mostrou que a recém inaugurada pavimentação do residencial Santeiro já apresenta problemas. “O asfalto já tem buracos, a avenida já afundou e o sistema de drenagem empossa água. Obra para drenar com água empossada?”, questiona.


A administração anunciou a pavimentação como a primeira grande obra da gestão Fábio Garbugio (PP), que ingressou à prefeitura no segundo semestre de 2017, após eleições suplementares. Garbugio substituiu o prefeito Lairto Sperandio, cassado pela Justiça Eleitoral.

De acordo com Borba, “causam estranheza” os valores de algumas obras no município. Ele cita a construção de banheiros no Lago Municipal, no entorno de R$ 300 mil. O vereador avalia o valor como alto já que não foi preciso adquirir o terreno, que já era do município.

O parlamentar também comenta sobre a obra da Avenida Nascente do Taquari. Popularmente conhecida como “Obra da Vala”, trata-se de uma avenida e um sistema de drenagem que deve escoar 80% das águas pluviais do município. A iniciativa recebeu recursos do governo federal e uma contrapartida da prefeitura.

Segundo Borba, além da demora no andamento da obra, há possíveis problemas na compactação da base e no nivelamento das aduelas colocadas (manilhas por onde ocorrerá o escoamento). O assentamento dessas estruturas é fundamental para a atual fase da obra, de construção da drenagem.

Em vídeo oficial, publicado no início de janeiro, a prefeitura afirma que já foram assentadas 1.428 aduelas das 1.792. Dessas, só a atual gestão, há um ano e meio na administração, foi responsável pela instalação de 930 peças.

Segundo o comunicado, a intenção é que as 364 aduelas restantes sejam assentadas ainda em 2019, ano em que está prevista o término da obra. Além do sistema de drenagem e da avenida Nascente do Taquari, a cidade ainda ganhará cinco novas praças.

O vereador ainda aponta como frequente reclamação dos moradores a falta de sinalização, após serem recuperadas vias asfaltadas, em Alto Taquari. Ele lembra que a obra ocorre há cerca de dois ou três meses e que a prefeitura ainda não fez a sinalização horizontal das pistas concluídas.

A prefeitura não quis emitir nota sobre as críticas do vereador, mas negou que as obras no município sejam de qualidade ruim.