Investigadora sequestrada é encontrada morta, em Ribeirão Cascalheira

Dois suspeitos armados teriam a levado em Ribeirão Cascalheira, onde morava há 9 anos

Por Kayc Alves/Da Redação 23/03/2019 - 09:34 hs

Foto: Reprodução
Investigadora sequestrada é encontrada morta, em Ribeirão Cascalheira
Márcia Regia de Matos Silva foi encontrada morta

A investigadora da Polícia Civil, Márcia Regia de Matos Silva, sequestrada nesta sexta-feira (22), foi encontrada morta em Ribeirão Cascalheira, onde morava há 9 anos. Após algumas horas de sequestro o corpo e o carro roubado foram localizados nas proximidades do entroncamento da BR-158, que dá acesso a rodovia de Querência. Segundo informações, Márcia levou um tiro na cabeça e não apresentava sinais de tortura.


A investigadora tinha 59 anos e se aposentaria em 3 meses. De acordo com informações, dois homens altos e magros, com três armas, teriam a levado por volta das 18h, desta sexta. Ela estava em sua casa, na região conhecida como Carazinho, a 50 km do centro de Ribeirão Cascalheira.


Os suspeitos também levaram o carro, um Fiat Strada preto, que foi encontrado, algumas horas depois, a 15 km do entroncamento de acesso a rodovia de Querência. Em seguida, já na madrugada, o corpo da investigadora foi localizado em uma região de mata, nas proximidades.


A família não tem conhecimento de ameaças sofridas pela vítima ou de qualquer inimigo. Márcia deixa dois filhos, de 38 e 40 anos.


A necropsia ocorreu em Água Boa, mas o corpo deve ser encaminhado para Barra do Garças, onde será velado. Segundo laudo, o tiro na cabeça, disparado a meia distância, provocou traumatismo craniano encefálico.