'É perversa, será impossível aprovar', diz deputada de MT sobre Reforma da Previdência

Ela é a única mulher deputada federal por Mato Grosso, eleita com 51.015 votos. É professora desde os 17 anos

Por G1 MT 15/04/2019 - 15:06 hs

Foto: Reprodução
'É perversa, será impossível aprovar', diz deputada de MT sobre Reforma da Previdência
Deputada federal Rosa Neide (PT)

A deputada federal Rosa Neide (PT) foi entrevistada no quadro Papo das 6h do Bom Dia Mato Grosso desta segunda-feira (15). Entre os assuntos discutidos, ela falou sobre a Reforma da Previdência. A deputada classificou o projeto da reforma como 'perversa' e 'impossível de aprovar'.

Ela é a única mulher deputada federal por Mato Grosso, eleita com 51.015 votos. É professora desde os 17 anos, foi secretária de Educação de Diamantino, secretária de Educação de Mato Grosso e presidiu o Conselho Nacional de Secretários de Educação.

Para ela, a aprovação da Reforma da Previdência será difícil e prejudica especificamente os trabalhadores da educação.

“[O projeto] retira completamente os direitos do trabalhador. Por exemplo, a professora terá que chegar aos 60 anos trabalhando. Ela tem que acompanhar, pular, fazer teatro e dançar com as crianças. Para algumas pessoas, aos 60 anos isso será normal, mas ela fazer quatro horas ininterrupta, isso é impossível”, alertou.

Outro problema lembrado pela deputada é o desemprego e a informalidade. Ainda sobre o impacto do projeto da Reforma da Previdência nos trabalhadores da educação, ela fez outro alerta.

“Terá um grande número de profissionais da educação afastados por problemas de saúde. O governo e as prefeituras vão gastar duas vezes, um para pagar a professora que não consegue mais trabalhar e outra para contratar uma substituta”, finalizou.