Pedra Preta presta contas sobre obra de pavimentação e drenagem do Jardim Morumbi

Obra está em segunda fase e deve significar um investimento de mais de R$ 850 mil

Por Kayc Alves/Da Redação 15/04/2019 - 17:56 hs

Foto: Reprodução

A prefeitura de Pedra preta esclareceu, nesta segunda-feira (15), através de rede social, a forma como a obra de pavimentação e drenagem do bairro Jardim Morumbi tem sido custeada pelo município. O motivo pelo qual fez a prestação de contas não foi detalhado, mas segundo a nota, a ideia é trazer a verdade a respeito de “vários comentários’ sobre a obra.


O comunicado na conta do Facebook oficial da prefeitura diz que a obra encontra-se na sua segunda fase, com orçamento previsto de mais de R$ 850 mil. O recurso foi conquistado pelo prefeito Juvenal Pereira Brito, o Ná (MDB), assim como o custeio da terceira fase, já orçada no valor de R$ 1,5 milhões.


Segundo esclarece a nota, a primeira fase da empreitada foi custeada pelos R$ 592 mil do deputado federal Adilson Sachetti (PRB), com uma contrapartida municipal de R$ 76.168,78. A obra foi iniciada ainda na gestão anterior, sob a administração da ex-prefeita Mariledi Araujo Coelho Philippi.


Já a segunda fase foi possível com uma emenda parlamentar do senador Wellington Fagundes (PR). Ele destinou R$ 830 mil, que, para a obra, é somada a uma contrapartida da prefeitura de R$ 37.047,15. Embora a fase tenha sido cadastrada em 2016, o recurso foi conquistado pelo prefeito Juvenal Pereira Brito, o Ná (MDB), no ano seguinte, o primeiro de seu mandato.


A terceira fase será custeada com os R$ 1.485.000,00, destinados pelo deputado federal Carlos Bezerra (MDB), através de articulação política em Brasília do prefeito Ná. O município ainda dará uma contrapartida de R$ 15 mil. Os dados podem ser confirmados no Portal da Transparência.