Adolescente é acusada de desviar dinheiro de clientes para sua conta em MT

Na conta da jovem, que recebe menos de um salário ao mês, foram encontrados R$ 42 mil

Por Jad Laranjeira/Mídia News 07/08/2018 - 17:25 hs

Foto: Reprodução
Adolescente é acusada de desviar dinheiro de clientes para sua conta em MT
Por se tratar de crime contra a Caixa, o caso deve ser investigado pela Polícia Federal

Uma adolescente de 16 anos, que era estagiária da Caixa Econômica Federal de Juína (734 km de Cuiabá), foi detida acusada de desviar dinheiro da conta de clientes para a sua e de seus familiares.

 

A detenção da jovem aconteceu na última quinta-feira (2), depois da denúncia do gerente, mas o caso só veio à tona nesta terça. 

 

Ao ser detida, os policiais encontraram R$ 42 mil em sua conta, um valor muito superior aos seus vencimentos como estagiária, de R$ 630. Apesar de ela ter sido detida pela Polícia Militar, o caso deverá ser encaminhado para a Polícia Federal, já que a Caixa é um banco público federal.

 

Segundo ele, além das transferências, a menor também fazia saques usando cartões que ainda não haviam sido entregues a clientes.

 

Ainda conforme o gerente, os furtos começaram no mês de maio. Por dia, conforme o que foi apurado, a garota retirava em média R$ 1,5 mil de diversas contas, usando a senha do gerente, que não soube dizer como ela a conseguiu.

 

O rombo, conforme o gerente, chegou a mais de R$ 100 mil, sendo que em apenas uma vez ela fez uma transferência para a sua conta no valor de R$ 30 mil, depois mais R$ 3 mil e, por fim, mais R$ 4 mil da conta de um só cliente.

 

Em outra oportunidade, a adolescente fez uma transferência de R$ 20 mil para a conta de outra pessoa, que seria seu parente.

 

Com valores altos sendo furtados, o gerente relatou que passou a desconfiar da garota. Ao ser confrontada, ela se contradisse por várias vezes. Então o funcionário da Caixa decidiu acionar a Polícia Militar.

 

Devido às contradições na versão da menor, o gerente chamou o cliente, que recebeu o dinheiro de uma das transferências feitas pela menor.

 

Com isso a menor foi apreendida e encaminhada até a delegacia da cidade, para prestar mais esclarecimentos, acompanhada de sua mãe.

 

A suspeita foi demitida e autuada pelo crime de estelionato.