Vereadores cobram limpeza urbana em Pontal do Araguaia

Por Da Redação 12/09/2018 - 11:15 hs

Foto: Semana7

Na sessão de 10 de setembro da Câmara Municipal de Pontal do Araguaia, vários vereadores apresentaram indicações e requerimentos cobrando agilidade da administração do prefeito Gerson Rosa na execução e serviços essenciais à cidade que na versão da vereadora Fabiana Cortes (PSD) se configura um “desleixo da atual gestão”.


Prosseguindo com as cobranças à administração, o vereador Edilson dos Anjos Carvalho (PP) listou, entre outras, uma série de reclamações como a falta de pintura em faixas de pedestres, limpezas de bueiros, retirada de areia da av. Universitária, iluminação no acesso ao bairro Maria Joaquina 3 e colocação e calhas na creche municipal de Pontal.


Entre os pontos mais críticos da enxurrada de reclamações o vereador Edimilson de Aguiar Oliveira (PP) disse que "todos querem saber o porquê da falta d’água nos bairros Murilão e Morada do Sol". Essa demanda, foi uma das promessas que Gerson fez durante sua campanha, de que sanaria esse problema logo nos primeiros meses de seu mandato.


Numa entrevista a este portal Fabiana Corte reclamou que a população espera por uma tomada de posição de Gerson Rosa. Segundo ela, não há uma ação efetiva do prefeito. A cidade está suja, cheia de buracos, escura e que chega a dar medo de se andar em Pontal”.


A situação crítica por que passa Pontal do Araguaia se reflete nas redes sociais e, de modo mais acentuado, no grupo Pontal sem Mordaça onde há manifestações veladas contra a administração e pede, inclusive, que o prefeito “acorde”.


O OUTRO LADO


Por telefone, na manhã de hoje (12), o secretário de Obras Gessi Issler disse que a limpeza urbana conta atualmente com 14 garis e outros quatro braçais, insuficientes para cobrir a demanda. “Seriam necessárias pelo menos 10 pessoas”, disse ele.


Com relação a falta de irrigação de canteiros em ruas da cidade Gessi ressalta que o caminhão pipa está abastecendo neste período de estiagem o assentamento Morada do Sol, localizado a 25 km de Pontal do Araguaia. Sobre a iluminação pública o secretário sustenta que há troca de lâmpadas continuamente.


No que diz respeito aos tapa-buracos na cidade ele diz que o município contratou uma empresa para fazer o serviço, mas não soube informar à reportagem o nome da empreiteira responsável pela a operação.


O líder do prefeito na Câmara de Vereadores, Flávio Corujinha (PSD) disse, em conversa informal, que é preciso enxugar a folha de pagamento do município que beira aos R$ 900 mil mensais e que há funcionários sobrando em muitas secretarias e citou como exemplo a Educação, o Crass. Em outras palavras Corujinha sugere a demissão de quem for configurativo. A saída é esta, segundo ele.