Bolsonaro teve quase 17 mil votos em Barra do Garças

Candidato ultrapassou os 50% mais um voto, necessários em todo o Brasil para que ele fosse eleito presidente

Por Kayc Alves/Da Redação 09/10/2018 - 16:44 hs

Foto: Reprodução
Bolsonaro teve quase 17 mil votos em Barra do Garças
Candidato a Presidência da República, Jair Bolsonaro

O candidato a Presidência Jair Bolsonaro (PSL) teve 16.902 votos em Barra do Garças e atingiu o percentual de 58,45% no município. A votação expressiva reflete o resultado em Mato Grosso, onde ele atingiu 60,04% do número de votos. O presidenciável, agora no segundo turno com Fernando Haddad (PT), carregou com sua campanha uma gama de políticos correligionários na maioria dos estados brasileiros.

 

Em todo o estado, Bolsonaro conseguiu 981.119 votos, contra 404.604 (24,76%). O candidato do PSL venceu em quantidade de votos em 126 dos 141 municípios de Mato Grosso. Municípios como Santa Terezinha, Campinápolis, General Carneiro e Ponte Branca, para citar os da faixa leste do estado, deram a maioria a Haddad.

 

Em Barra do Garças o petista teve 7.363 (25,46%) dos votos, seguido de Ciro Gomes (PDT), que alcançou 2.211 (7,65%). O último esteve no município no período pré-eleitoral, cumprindo agenda no Dia do Índio, na Terra Indígena São Marcos. O objetivo era homenagear Mario Juruna, o primeiro indígena a assumir uma cadeira no Congresso Nacional como deputado federal, pelo PDT, em 1983.

 

Também pisou em terras barra-garcenses Álvaro Dias, do Podemos, que proferiu palestra no mês de maio, na Faculdade Cathedral. O então presidenciável atingiu um total de 211 votos no município.

 

No Brasil, Bolsonaro recebeu 49.276.896 votos, o que garantiu o percentual de 46% dos válidos. Haddad atingiu no domingo o total de 31.341.996 votos, seguindo para o segundo turno com 29,3%. Para que o candidato do PSL fosse eleito no primeiro turno, era necessário 50% dos votos válidos, mais um.

 

As eleições 2018 registraram uma mudança considerável no cenário político, sobretudo na Câmara Federal. O PSL desbancou o MDB, o PP e o PSDB do ranking de número de deputados eleitos no Congresso Nacional, e cresceu de oito cadeiras para 52, que devem ser ocupadas pelo partido no próximo ano. Ele ficou em segundo lugar quanto à quantidade representantes na Câmara, atrás apenas do PT, que deve ocupar 56 lugares em 2019.

 

Nelson Barbudo do PSL foi o candidato a deputado estadual preferido em Mato Grosso, com 126.249 votos. Para a Assembleia Legislativa do estado, o partido elegeu o Delegado Claudinei, com 29.988 votos, e Silvio Fávero, com 12.059.

 

No Senado, quatro cadeiras serão ocupadas pelo partido de Bolsonaro. Uma delas, pertence à bancada mato-grossense. A Juíza Selma Arruda conseguiu se eleger com 678.542 mil votos (24,65%), se consolidando como a preferida do eleitorado. Jayme Campos (DEM), segundo senador eleito, recebeu 490.699 votos.