POLÍCIA Sexta-feira, 25 de Agosto de 2023, 14:41 - A | A

25 de Agosto de 2023, 14h:41 - A | A

POLÍCIA / LUCAS DO RIO VERDE

Polícia prende educador físico investigado por importunar sexualmente alunas em academia

O profissional aproveitava para tocar o corpo das vítimas durante as avaliações físicas

Camila Molina
Polícia Civil-MT



Um profissional de educação física, investigado por abusar sexualmente de clientes de uma academia, teve o mandado de prisão preventiva cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta sexta-feira (25.08), em ação do Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e Mulher da Delegacia de Lucas do Rio Verde.

O profissional, que atua como personal trainer e avaliador físico em uma academia da cidade, teve o mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça pelo crime de importunação sexual. A ordem de prisão foi cumprida na residência do investigado, logo após ele sair da academia, local onde ele praticava os atos criminosos.

As investigações iniciaram após as vítimas procurarem a Delegacia de Lucas do Rio Verde para denunciar abusos praticados pelo profissional. Cinco vítimas denunciaram o suspeito, até o momento.

Os abusos ocorriam no momento da avaliação física, ocasião em que o profissional pedia às vítimas para tirar toda a roupa sob alegação de que era necessário para fazer as medidas e aproveitava para tocar o corpo delas. Durante a avaliação, ele solicitava que as vítimas ficassem só de top e calcinha, em algumas vezes apenas de calcinha, sob o pretexto que a roupa poderia dar diferença na medição.

O investigado ainda aproveitava a posição que as vítimas ficavam (de costas com braços e mãos abertas) para se aproximar e encostar o órgão genital no corpo e nas mãos das mulheres.

Segundo a delegada Ana Carolinne Mortoza Lacerda Terra, o personal fazia os atendimentos em uma sala própria para avaliação física, dentro da academia. “Recentemente foi realizada uma reforma no estabelecimento, em que a sala foi para um local mais isolado, facilitando as ações do profissional e o assédio às vítimas”, disse a delegada.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Hotel Paiagues 728

 



Comente esta notícia