POLÍCIA Sábado, 15 de Maio de 2021, 08:31 - A | A

15 de Maio de 2021, 08h:31 - A | A

POLÍCIA / CAÇADA

Adolescente é detido por sequestrar filho de empresário em MT

Delegado disse que outro envolvido já foi identificado e deve ser detido nas próximas horas

Folha Max



A Polícia Civil apreendeu no início da noite desta sexta-feira (14) um garoto de 17 anos que estava envolvido no sequestro do adolescente Rafael Lorenzetti, 17, filho do empresário Luciano Lorenzetti, dono de uma rede de lojas de materiais de construção em Tangará da Serra (239 quilômetros de Cuiabá). 

O crime ocorreu na última quarta-feira (12). Rafael foi abordado no início da tarde em frente a sua residência e localizado no período da noite, nas imediações do Distrito de Progresso, na estrada sentido a Nova Olímpia.

 

De acordo com o delegado Adil Pinheiro, que investiga o caso, desde o crime, a Polícia Civil trabalha na identificação e busca pelos criminosos. Na noite de hoje, policiais montaram uma operação no bairro Shangri-la para fazer a detenção de um dos envolvidos. "A vítima fez o reconhecimento fotográfico desse suspeito, dizendo que ele foi um dos autores", explicou o delegado.

Adil Pinheiro disse que ontem os policiais quase capturaram o rapaz no mesmo bairro. Contudo, ele conseguiu escapar.

Hoje, após receberem a informação de que ele retornaria a região, foi montada a operação para localizá-lo. O adolescente chegou ao local de moto, mas abandonou o veículo após perceber a presença dos policiais.

O jovem adentrou em quintais de residências na região, mas acabou sendo capturado. Três amigos dele foram detidos porque portavam um cigarro de maconha. Eles, porém, não têm envolvimento no sequestro de Lorenzetti. 

Adil Pinheiro explicou que o adolescente apreendido teve participação ativa na elaboração e execução do crime contra o filho de Luciano Lorenzetti. "Esse elemento estava junto com a vítima durante todo o crime. Ele abordou a vítima nas imediações da casa dela, foi com ela em direção a Nova Olímpia e entrou na região do Progresso, onde ficou escondido. Obrigou a vítima a andar com ele durante todo o período", colocou o delegado, afirmando que a Justiça expediu medida de internação provisória do rapaz.

O delegado revelou que a Polícia Civil já tem identificação do outro envolvido no sequestro do estudante. Diligências estão sendo cumpridas no intuito de localizá-lo.

O delegado contou que o adolescente, que completa 18 anos em julho, possui inúmeras passagens por atos infracionais. Ele aguarda a presença do advogado e dos responsáveis legais pelo jovem para poder colher seu depoimento.

Adil Pinheiro esclareceu que o menor ficará na delegacia de Tangará por cinco dias, aguardando transferência para o sistema socioeducativo. Já os amigos dele serão liberados após assinarem termo circustanciado por uso de drogas.



Comente esta notícia