POLÍCIA Segunda-feira, 04 de Dezembro de 2023, 13:18 - A | A

04 de Dezembro de 2023, 13h:18 - A | A

POLÍCIA / JOGADA NA BR-163

Mãe que colou boca de bebê com fita adesiva é espancada e morre em hospital

Ainda não há detalhes sobre a autoria do crime.

Do Repórter MT



Antônia Ivila, 20 anos, morreu, no domingo (3), no Hospital Regional de Sinop (500 km de Cuiabá) depois de ser espancada. Ainda não há detalhes sobre a autoria do crime. Ela era investigada por maus-tratos, pois em 2022 ela colou com uma fita adesiva a boca da filha, na época um bebê de 6 meses. 

De acordo com a Polícia Civil, o pai de Antônia recebeu uma ligação, informando que a filha tinha sido encontrada caída no acostamento da BR-163, próximo à empresa Arroz Engenho.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e deu os primeiros socorros à jovem. Ela foi encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. A jovem estava com várias lesões pelo corpo.

Não foram divulgados detalhes sobre quem cometeu o crime ou suas motivações. A Polícia Civil investiga o caso.

Colou boca de bebê com fita

Antônia é investigada pela Polícia Civil por maus-tratos contra a filha, que tinha 6 meses na época. Um vídeo circulou nas redes sociais e mostrava o bebê com a boca colada com fita adesiva. 

A mulher teria feito isso com a filha, para não ter que ouvir o choro da criança. O caso foi registrado no dia 13 de março de 2022. O pai da criança teria feito o vídeo. Ele tira o adesivo da boca da filha, que começa a chorar.  Em seguida, ele questiona a companheira: “Você está doida em pregar fita na boca da menina? Só pode estar doida, né? Não tem juízo, não?”.

Consta na denúncia que a mãe da criança estava sofrendo de depressão. Ela foi levada para a casa da mãe, em Guarantã do Norte, para acompanhamento psicológico.

A menina foi resgatada e cuidada pelo Conselho Tutelar.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Hotel Paiaguas 728



Comente esta notícia