CIDADES Sexta-feira, 07 de Julho de 2023, 11:36 - A | A

07 de Julho de 2023, 11h:36 - A | A

CIDADES / MISSÃO HUMANITÁRIA

FAB transporta médicos da USP para realizar atendimentos em Barra do Garças

Aeronave C-105 Amazonas levou residentes e professores para mutirão de saúde

Da Assessoria



O Primeiro Esquadrão do Décimo Quinto Grupo de Aviação (1º/15° GAV) - Esquadrão Onça decolou com a aeronave C-105 Amazonas, no dia 30/06, da Base Aérea de São Paulo (BASP), em Guarulhos (SP), com destino à Barra do Garças (MT), transportando 82 integrantes e equipamentos hospitalares da Expedição Cirúrgica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). O projeto visa realizar atendimentos médicos às populações vulneráveis do Brasil, levando residentes e professores da USP para essas regiões.

A missão humanitária, coordenada pelo Quarto Comando Aéreo Regional (IV COMAR), envolveu o apoio logístico com o transporte dos voluntários e de 1,7 tonelada de equipamentos de cirurgia, radiologia e ultrassom para o município de Barra do Garças e encerrará no dia 10/07 com o retorno da Expedição para São Paulo. Durante esses dez dias de trabalho, o projeto tem como propósito realizar 270 atendimentos de ginecologia, exames de ultrassom, além de cirurgias do aparelho digestivo, entre outros atendimentos.

O comandante da aeronave C-105 Amazonas, tenente aviador Cleber de Souza Nichelli, falou sobre a importância da atividade. “É uma honra participar desta missão, uma oportunidade de integração com o público civil, uma troca. Executar uma ação deste nível só nos engrandece. É cumprir com nossa atividade-fim, contribuindo com a melhoria na vida das pessoas”, expressou o oficial.

Cabo Zancanaro / IV COMAR

fab transporta médicos USP

 

Voluntário e presidente da Expedição Cirúrgica, Vitor Lauar, falou sobre a iniciativa do projeto em promover melhor qualidade de atendimento de saúde ao município, contribuindo também para a formação social, acadêmica e profissional de futuros médicos. “A relevância deste projeto se dá em dois aspectos. O primeiro é o de proporcionar assistência à população e, neste caso, optamos por uma localidade com grande demanda por cirurgias. O segundo é o de possibilitar a capacitação dos alunos de medicina da USP, que podem aprender, ajudar e ter uma experiência incrível de voluntariado”, destacou. O presidente da Expedição também ressaltou a importante contribuição da FAB na missão. “O projeto da Expedição é muito grande e nossa principal limitação sempre foi o transporte. A realização só foi possível com a ajuda da Força Aérea. Estamos muito gratos pelo apoio. A FAB tem cumprido com louvor seu grande papel social”, declarou.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI). 

Nilo Temporada
image


Comente esta notícia