POLÍCIA Sexta-feira, 16 de Junho de 2023, 09:59 - A | A

16 de Junho de 2023, 09h:59 - A | A

POLÍCIA / Violência contra mulher

Suspeito de matar companheira com mais de 15 facadas no rosto enquanto ela dormia é preso em MT

Há sete anos foragido, o suspeito foi localizado em uma região de mata na zona rural do município

Da Assessoria
Polícia Judiciária Civil



Um homem apontado como autor de um feminicídio ocorrido no ano de 2016 teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na quinta-feira (15.06), em ação da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Criança e Idoso (DEDMCI) de Primavera do Leste (231 km ao sul de Cuiabá).

A prisão do suspeito, de 61 anos, foi realizada com apoio de equipes da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) e Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) do município, Delegacia de Poxoréu e da Gerência de Operações Especiais (GOE).

O crime que vitimou Noeli Rodrigues de Oliveira (de 32 anos na época) ocorreu no ano de 2016, ocasião em que o suspeito e a vítima tentavam uma reconciliação. Entretanto, em uma crise de ciúmes, o suspeito desferiu mais de 15 facadas no rosto da vítima enquanto ela dormia, resultando na morte da companheira.

Na casa em que ocorreu o crime, também estava o filho da vítima, fruto de um primeiro relacionamento, que na época possuía apenas dois anos, que sem entender o que havia acontecido, foi encontrado pelos policiais, sujo de sangue, pois havia tentado se aproximar da mãe.

O suspeito, que estava foragido desde 2016, foi localizado pelos policiais da Delegacia da Mulher com apoio das outras unidades, na quinta-feira (15) em local de mata, portando duas armas de fogo e uma arma branca.

Segundo a delegada responsável pelas investigações, Anamaria Machado Costa, o foragido abrigava-se em região rural como “mateiro” e tinha vivência nesse local, ficando dias sem comida e suportando frio, calor e chuva para fugir da prisão.
“Mesmo após anos, a equipe da DEDMCI manteve a investigação para localizar o suspeito e dar uma resposta aos familiares da vítima e à sociedade”, disse a delegada.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Educação BG

 



Comente esta notícia