POLÍTICA Sábado, 30 de Setembro de 2023, 08:45 - A | A

30 de Setembro de 2023, 08h:45 - A | A

POLÍTICA / POLÍTICA

Senador Jayme Campos defende fim da reeleição e mandato de 5 anos no Executivo

Senador avalia que possibilidade de dois mandatos seguidos, instituída em 1997, foi um grande erro.

Vitória Gomes
MidiaNews



O senador Jayme Campos (União) afirmou ser favorável à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que acaba com a reeleição para chefes do Executivo em todos os níveis.

“Sou favorável que acabe a reeleição. […] Acho que tem que estender o mandato por 5 anos e terminar”, afirmou à rádio CBN Cuiabá.

“Acredito que é fundamental essa discussão vir à tona agora para que possamos preparar para o futuro e o cidadão possa ser eleito uma vez. É o ideal”, acrescentou.

A reeleição para os cargos de presidente, governador e prefeito foi aprovada por meio de uma PEC em 1997, no governo Fernando Henrique Cardoso. Jayme classificou a mudança como um “grande erro do Brasil”.

Agora, a nova proposta deverá ser discutida pelo Senado nas próximas semanas. Para valer a partir do ano que vem, qualquer mudança deve ser aprovada até o dia 6 de outubro.

Atualmente está em discussão uma minirreforma que não contempla o fim da reeleição.

Devido ao prazo, Jayme acredita que o Senado deve fazer discussões paralelas sobre as pautas.

“A minirreforma é muito insignificante diante do processo eleitoral, porque lamentavelmente, pelo que estou vendo, nem a minirreforma foi votada ainda e nós temos prazo. Pode ser uma discussão paralela e em vez de fazer uma mini fazer uma grande reforma para atender as eleições de 2026”, disse.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), já havia declarado que os parlamentares estão “ávidos” para discutir o fim da reeleição.

Para Jayme, esse debate pode abrir portar para outras mudanças que acredita serem necessárias, como a grande quantidade de partidos.

“Esse exagero de partidos, temos que acabar com isso. No Brasil não pode ter mais de oito partidos. Tem pessoas que criam partido para ele, para fazer balcão de negócio, vendendo horário de televisão”, afirmou.

“Sou favorável a fazer urgentemente uma grande reforma, não só política, como administrativa”.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Câmara Queimadas 728
 
 

 



Comente esta notícia