CIDADES Terça-feira, 25 de Maio de 2021, 14:21 - A | A

25 de Maio de 2021, 14h:21 - A | A

CIDADES / plantio em aldeias

Prefeito convida primeira-dama de MT para ser madrinha de projeto indígena em General Carneiro

Projeto de plantio comunitário nas aldeias beneficiará mais de 600 famílias indígenas residentes no município.

Da Redação



O projeto de plantio comunitário nas terras indígenas do município de General Carneiro, idealizado pelo prefeito Marcelo Aquino (PL), terá como madrinha a primeira-dama de Mato Grosso, Virginia Mendes.

O convite foi feito pelo prefeito pessoalmente à primeira-dama durante uma ação de Virginia em aldeia da região, na última quarta-feira (19), onde foram entregues 1200 cestas básicas e mil cobertores aos indígenas.

Segundo Marcelo, ainda em 2018, foram abertos 66 hectares para lavouras entre as aldeias do município para o plantio de mandioca, laranja, pequi, entre outros. Diante disso, ele resolveu investir no projeto que já está em andamento.

Serão 100 hectares para o povo Xavante, em Sangradouro, e 50 hectares para os Bororo, na aldeia Meruri.

A primeira-dama Virginia afirmou que se sentiu honrada com o convite e ressaltou que o governo de Mauro Mendes (DEM) tem trabalhado com projetos voltados a comunidade indígena.

Em breve, o projeto para plantio será oficializado por meio de um termo de cooperação técnica entre Funai e a prefeitura de General Carneiro. Uma parceria será executada com o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar.

Sem fins lucrativos, a colheita do arroz que será produzido beneficiará mais de 600 famílias indígenas residentes no município.

Recentemente, foi anunciado que Virginia Mendes será a madrinha do primeiro projeto turístico-cultural indígena de Mato Grosso, protocolado no dia 21 de maio na sede da Funai em Cuiabá. O projeto Haliti Paresi foi idealizado pelo cacique Rony Paresi, da Aldeia Wazare.

De acordo com o cacique Rony Paresi, o projeto é resultado de um trabalho de dez anos desenvolvendo o turismo na região. O plano de visitação, segundo ele, foi elaborado por diversos parceiros para garantir a regulamentação junto à Funai.



Comente esta notícia