GERAL & ECONOMIA Segunda-feira, 15 de Março de 2021, 08:18 - A | A

15 de Março de 2021, 08h:18 - A | A

GERAL & ECONOMIA / Pandemia

Máscaras PFF2 são mais eficazes contra Covid-10 do que as cirúrgicas ou de pano

O modelo filtra 94% das partículas presentes no ar e são eficazes contra as variantes do novo Coronavírus

RD NEWS



Passado quase um ano de pandemia, todo mundo já sabe: máscaras de proteção facial são fundamentais para evitar a disseminação do novo Coronavírus. Devido à propagação das novas variantes da doença, que se demonstraram mais contagiosas, contudo, surgiu a dúvida sobre a real eficácia das máscaras de pano e cirúrgicas.

Cientistas e pesquisadores de todo o mundo passaram a recomendar o uso da denominada PFF2 ou N95. A máscara é indicada para quem ainda tem a necessidade de sair de casa para ir ao trabalho ou para quem utiliza o transporte público e fica mais exposto ao vírus, por exemplo.

De acordo com o pesquisador Vitor Mori, do Observatório Covid-19 BR, máscaras de pano e cirúrgicas reduzem as emissões de partículas de quem as usa e, assim, são capazes de proteger quem está ao redor. Para o caso de proteção individual, contudo, é necessário o uso das máscaras PFF2, que são vedadas e têm partículas capazes de filtrar 94% das partículas presentes no ar.

“A primeira coisa que você consegue ver [na PFF2] é que os elásticos não prendem na orelha. Fica um na nuca e outro no pescoço. Isso faz com que a vedação da máscara fique melhor e ela consiga ficar mais apertada no rosto sem machucar”, explicou o pesquisador.

“Ela tem, além de camadas de filtragem mecânica, uma camada de filtragem eletrostática, com fibras carregadas eletricamente que acabam atraindo as partículas. Uma vez que elas estão presas elas não saem e não voltam para o ar”, complementou.

Movimento

Dadas as constatações científicas, um grupo se reuniu com o intuito de disseminar as informações e fazer com que a população pudesse ter acesso às máscaras PFF2. O site denominado PFF para Todos reúne explicações sobre o uso, reuso e dúvidas frequentes baseadas em artigos científicos.

Lá, por exemplo, explicam que a máscara pode ser utilizada por até 5 vezes, desde que fique exposta em um local arejado por até 7 dias, sem contato direto com o sol.

Ainda, que as máscaras não podem ser lavadas e que é preciso ajustá-las ao rosto para que o ar possivelmente contaminado não entre pelas laterais.

Veja a lista de onde comprar em Mato Grosso.



Comente esta notícia