POLÍCIA Sexta-feira, 03 de Novembro de 2023, 07:27 - A | A

03 de Novembro de 2023, 07h:27 - A | A

POLÍCIA / VÍRUS NO CELULAR

Golpe do Pix faz vítimas em MT; saiba como se prevenir

Na ação criminosa, é inserido um vírus que modifica o código copiado para transação

MidiaNews



O Procon de Mato Grosso fez neste sábado (2) um alerta aos consumidores sobre o novo golpe aplicado na realização de pagamentos via Pix. Na ação criminosa, é inserido um vírus que modifica o código e altera a conta de destino.

É indicado que o consumidor fique muito atento quando for fazer pagamento dos seus boletos

A secretária adjunta do Procon, Marcia Santos, explicou que o órgão tem recebido muitas reclamações sobre o assunto.

“Vários consumidores sofrem golpes no momento de pagar contas, e a de energia elétrica é uma delas. Em Mato Grosso, alguns usuários relataram que transações por meio do Pix pelo aplicativo da rede distribuidora de energia no estado vêm sofrendo com a fraude. A população da Capital e do interior do estado, que usa essa função do PIX, enfrenta o problema atualmente”, contou.

Os golpistas utilizam a internet e produzem anúncios falsos para modificar o código do Pix, gerado para transação on-line, quando selecionada essa forma de pagamento.

Márcia recomenda que os consumidores deem mais atenção ao ato de realizar o pagamento por meio do Pix ou mesmo na hora de realizar pagamento de alguma conta ou de fazer compras pelo computador.

“É indicado que o consumidor fique muito atento quando for fazer pagamento dos seus boletos e confira a informação do nome do recebedor. Então, se está pagando uma conta de energia elétrica, é preciso verificar se o nome do recebedor é o da concessionária de energia elétrica. Porque se for um nome desconhecido ou nome de terceiros, é recomendável cancelar o pagamento, para realizá-lo de outra forma", alerta Márcia.

A secretária adjunta do Procon-MT orienta aos consumidores que, ao perceberem que sofreram um golpe, primeiro tentem resolver o problema com a empresa fornecedora do serviço. Caso não seja possível uma solução junto ao fornecedor, a recomendação é de que a vítima registre o problema pelo site www.consumidor.gov.br ou pelo antedimento do Procon via WhatsApp (65) 99228-3098. Além disso, a pessoa pode ainda registrar um boletim de ocorrência.

Golpe

O golpe tem início a partir do momento que o usuário da internet clica em anúncios falsos disseminados em redes sociais e em plataformas de busca. A partir daí, o aparelho eletrônico, seja celular ou computador, é automaticamente infectado pelo malware “GoPIX”, que coleta os dados do usuário e passa a espioná-lo.

Assim, no momento em que a pessoa fizer uma compra on-line ou for fazer um pagamento de conta, e selecionar como modo pix copia/cola, o malware entre em ação.

O código para pagamento do pix gerado pela loja ou empresa vendedora de serviços é interceptado pelo malware, que insere a chave pix do criminoso.

Com isso, quando a transação é realizada, o dinheiro vai para a conta do golpista e não da empresa ou loja.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Ser Família Capacita


Comente esta notícia