POLÍTICA Quarta-feira, 22 de Novembro de 2023, 08:46 - A | A

22 de Novembro de 2023, 08h:46 - A | A

POLÍTICA / POLITICA

Cláudio Paisagista afirma que CNH Social cria oportunidade para que as pessoas ganhem independência

O deputado disse que já está trabalhando junto ao Governo de Mato Grosso para entregar a proposta pronta aos cidadãos. 

Assessoria



Prestes a ser regulamentada pelo Governo do Estado, a Lei da CNH Social foi tema de recente entrevista do deputado estadual Cláudio Ferreira (PL), mais conhecido como Cláudio Paisagista. A proposta de sua autoria, que recebeu a sanção do governador Mauro Mendes, garante aos cidadãos de baixa renda o acesso à primeira Carteira Nacional de Habilitação de forma gratuita. 

Paisagista contou que sua equipe avaliou projetos da CNH já em vigor em outros 15 estados, como o Espírito Santo, onde realizaram visitas e constataram a eficiência do programa social. O deputado disse que já está trabalhando junto ao Governo de Mato Grosso para entregar a proposta pronta aos cidadãos. 

Questionado sobre a narrativa que a esquerda criou sobre os políticos, o deputado lembrou que, longe da política assistencialista de  aprisionamento, os conservadores querem criar uma política de independência para os cidadãos. “Existe aí uma narrativa por parte dos movimentos revolucionários, movimentos de esquerda, de que a direita não tem coração, isso é uma farsa.

É uma mentira. Na verdade, o que a direita, os conservadores, querem é defender as ideias certas, conservar as ideias vitoriosas”, declarou. “E as ideias vitoriosas são ideias de independência. A gente procura que o Estado não se constitua um “deus” como eles querem fazer, com o Estado dando e decidindo tudo pelas pessoas. No caso da CNH social, por exemplo, o que a gente procura? É ensinar as pessoas a pescar, não é entregar o peixe, é trazer uma oportunidade para que as pessoas tenham independência financeira, sua autonomia, a condição de decidir.

É isso que importa”, completou. Paisagista ainda rebateu as críticas daqueles que afirmam que os conservadores não se preocupam com os mais pobres. “Claro que nós nos preocupamos. Nos preocupamos, na verdade, em criar uma janela de oportunidade para que essas pessoas deixem a situação de vulnerabilidade e passem a depender menos do Estado, e aí sejam autônomas”.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

BG Dengue 728

 

 



Comente esta notícia