POLÍTICA Sexta-feira, 29 de Setembro de 2023, 08:19 - A | A

29 de Setembro de 2023, 08h:19 - A | A

POLÍTICA / RONDONÓPOLIS

Thiago Silva cobra informações sobre o traçado da ferrovia na SEMA

O parlamentar reuniu-se com o Superintendente de Infraestrutura e Licenciamento, Jeronimo Campos, que explanou sobre o processo solicitado pela empresa Rumo que visa alterar o traçado original da ferrovia

Assessoria



O deputado estadual Thiago Silva (MDB) esteve, nesta quinta-feira (21), na Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA) com o objetivo de debater informações sobre o traçado para a implantação das obras da Ferrovia de Integração de Mato Grosso vai interligar os municípios de Rondonópolis e Cuiabá.

O parlamentar reuniu-se com o Superintendente de Infraestrutura e Licenciamento, Jeronimo Campos, que explanou sobre o processo solicitado pela empresa Rumo que visa alterar o traçado original da ferrovia. Ele reforçou a preocupação da comunidade que reside na região Salmen quanto à passagem dos trilhos nas proximidades dos bairros.

“Nosso receio é pela quantidade de famílias e crianças que moram nos bairros da região e o possível impacto que a passagem dos trilhos poderá realizar nas imediações. Os moradores dos bairros acreditam que com a chegada dos trilhos poderá afugentar investimentos na região, além do dano ambiental e o perigo de acidentes ocorrerem, principalmente com as crianças”, disse o deputado.

De acordo com o superintendente, a SEMA solicitou novas informações por parte da empresa para poder fazer a análise técnica. “Estamos aguardando um documento da empresa Rumo que irá apresentar, na próxima semana, estudos sobre os impactos dos ruídos e vibração junto à comunidade que reside no bairro Maria Amélia. A partir daí, a Secretaria poderá fazer uma análise mais assertiva sobre quais decisões poderão ser tomadas, mas sempre levando em conta a questão social e também ambiental”, disse.

Thiago Silva cobrou a empresa Rumo precisa apresentar um plano de comunicação e realizar uma reunião ampliada na cidade para que a população saiba realmente quais são os danos que ocorrerão na região Salmem.

O deputado reforça que os interesses econômicos não podem sobressair à vida das pessoas que moram na região e que vai cobrar e solicitar o apoio do Governo de Mato Grosso e de lideranças políticas do município para defender os interesses da populaçao e lutará para que não haja mudança no traçado para dentro dos bairros, conforme estudo apresentado na audiência pública por professores da UFR.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Câmara Queimadas 728


Comente esta notícia