SAÚDE Segunda-feira, 01 de Fevereiro de 2021, 08:47 - A | A

01 de Fevereiro de 2021, 08h:47 - A | A

SAÚDE / Combate a Covid

Em MT, mortes por covid-19 aumentam com diminuição do isolamento



Dados da nota técnica nº 21 emitida pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) apontam que o número de mortes por covid-19 em Mato Grosso cresceu na medida em que o índice de distanciamento social no estado diminuiu. O estudo leva em consideração informações entre abril e dezembro de 2021, período da primeira onda da doença no estado.

O balanço mostrou também que o índice de isolamento social acompanhou a execução das medidas de distanciamento impostas pelo governo. Assim, com o aumento de novos decretos restritivos, crescia também a manutenção do isolamento - que é uma das medidas mais eficazes, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), para conter o avanço da pandemia.

Em se tratando de medidas legais de distanciamento social e óbitos pela covid-19 em Mato Grosso. O estudo revela que, em abril de 2020, o estado tinha um isolamento de 4,8 em uma escala de 10 pontos. No mesmo período, o número de mortes por um milhão era de 0,1.

Contudo, em dezembro de 2020, com a chegada das festividades de ano novo e a liberação de funcionamento de diversas atividades por meio de decreto, o índice de distanciamento social caiu de 4,8 para 3,3, representando queda de 30%. Neste cenário, o quantitativo de mortes saltou de 0,1 para 3,4.

Conforme divulgado pelo portal, Cuiabá registrou aumento de mortes na proporção em que diminuiu o isolamento social por meio de decretos. No início da pandemia, a Capital adotou rapidamente medidas restritivas contra a doença, o que gerou uma celeuma entre o município e o Executivo estadual. Contudo, com o avanço do espalhamento da doença, diversas medidas foram afrouxadas e o número médio de mortes e contágios subiu.

Hoje, com o avanço da pandemia, tanto Cuiabá quando o estado têm registrado números altos da doença. Dados do boletim mais recente divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde apontam que Mato Grosso tem mais de 5 mil mortes e 214 mil contágios notificados, sendo que o maior número de casos está concentrado na Capital.



Comente esta notícia