POLÍCIA Quarta-feira, 20 de Março de 2024, 10:34 - A | A

20 de Março de 2024, 10h:34 - A | A

POLÍCIA / polícia

Polícia identifica motociclista responsável por acidente que matou homem em Confresa

O acidente ocorreu no dia 10 de março, na zona rural do município

Assessoria PJC/MT



O motociclista responsável pelo acidente que vitimou um homem de 36 anos no município de Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá) foi identificado pela Polícia Civil e interrogado na manhã desta segunda-feira (18). O condutor confessou a autoria do atropelamento e responderá por homicídio culposo na direção de veículo e fuga de local de acidente.

O acidente ocorreu no dia 10 de março, na zona rural de Confresa, ocasião em que a vítima Marcos Roberto Mendonça da Silva, foi a óbito após ser atropelado nas proximidades da Vila Jacaré Valente. O acidente teve grande repercussão na cidade e chocou moradores da região.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe de policiais da Delegacia de Confresa iniciaram as diligências para apurar os fatos, conseguindo identificar o motociclista responsável pelo atropelamento, que havia fugido do local após o acidente.

Contudo, após diligências incessantes realizadas pelos investigadores, o motociclista foi localizado e interrogado na Delegacia de Confresa, na manhã desta segunda-feira (18). Durante interrogatório, ele confessou os fatos afirmando que seguia pela pista de rolamento em sua motocicleta, quando se deparou inesperadamente com a vítima empurrando uma bicicleta, na mesma pista, não sendo possível evitar a colisão.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Victor Donizete de Oliveira Pereira, suspeito responderá pelos crimes de homicídio culposo e fuga do local do acidente, conduta considerada como agravante perante a lei. “A Polícia Civil segue comprometida em garantir a segurança e a tranquilidade da população, bem como em responsabilizar os envolvidos em quaisquer atos que atentem contra a vida e a integridade dos cidadãos”, disse o delegado.

O caso será encaminhado ao Judiciário e ao Ministério Público para as demais providências legais.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI



Comente esta notícia