POLÍTICA Terça-feira, 25 de Julho de 2023, 17:03 - A | A

25 de Julho de 2023, 17h:03 - A | A

POLÍTICA / ELEIÇÕES 2024

Com apoio de Bolsonaro, Ananias afirma que meta do PL é eleger 40 prefeitos em MT

"Vamos eleger prefeitos e vereadores e fortalecer o partido para as eleições de 2026"

Da Assessoria/Ana Carla



Com a meta de eleger 40 prefeitos em Mato Grosso, o presidente do PL em Mato Grosso, Ananias Filho, afirma que o partido vai lançar candidato em todos os 141 municípios do estado nas eleições do próximo ano. De acordo com o dirigente partidário, a orientação do ex-presidente Jair Bolsonaro e do presidente nacional, Valdemar da Costa Neto, é organizar a legenda e consolidá-la como a principal força política da direita conservadora no país.

“Recebi a missão de preparar o PL para ser protagonista nas eleições de 2024, lançando candidatos a prefeito em Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Tangará da Serra, Primavera do Leste, Sorriso e demais municípios de Mato Grosso. Vamos eleger prefeitos e vereadores e fortalecer o partido para as eleições de 2026”, disse Ananias, que é apontado como homem de confiança do presidente nacional do PL.

Em Cuiabá, Ananias cita o deputado federal Abilio Brunini como o pré-candidato ao PL a prefeito e em Várzea Grande existe a possibilidade de lançar o empresário Tião da Zaeli, atual presidente da sigla no município. Já em Rondonópolis, Ananias revela que o partido possui vários nomes e ainda a possibilidade de filiar o deputado estadual Cláudio Ferreira (PTB).

“Temos um time forte em todo o estado. Pré-candidatos de direita, conservadores e que possuem capacidade técnica e política para gerir uma cidade”, frisou o dirigente. Ele acrescentou ainda, que o PL não vai aceitar aliança com partidos de esquerda. “Somos um partido de direita. Quem não for de direita e que não defenda as ideias conservadoras está convidado a deixar o PL. Com relação as alianças para as eleições municipais, nós vamos caminhar juntos com os partidos de direita e com aqueles que se opõem a ideologia de esquerda”.

De acordo com o presidente do PL, o principal cabo eleitoral dos candidatos a prefeitos do partido em Mato Grosso será o ex-presidente Bolsonaro, que vai participar ativamente do processo eleitoral do próximo ano.

“Bolsonaro vem a Mato Grosso e vai subir no palanque dos nossos principais candidatos a prefeito. Além disso, vai gravar vídeos e nos ajudar a eleger o maior número de prefeitos. Importante ressaltar, que Bolsonaro vai pedir voto para os candidatos do PL e para os nossos aliados da direita”.

Com uma larga experiência na vida pública, Ananias, que já foi prefeito de Rondonópolis e secretário de Estado, vai apoiar as ações do PL em todo o país, mas seu foco, como presidente do partido, será Mato Grosso. Ele foi requisitado para ficar na direção nacional da sigla, mas optou em contribuir no estado, uma vez que a meta é eleger o maior número de prefeitos e vereadores para que em 2026 a direita volte a comandar o país.

“Sabemos que a eleição de 2026 passa pela de 2024. Por isso, estamos nos organizando para eleger 1.400 prefeitos a nível nacional”.

Nas eleições de 2026, o PL de Mato Grosso, segundo Ananias, pretende lançar candidato a governador e ao Senado Federal.

“Em 2026, a orientação do presidente Valdemar e do ex-presidente Bolsonaro é lançar a pré-candidatura do deputado federal José Medeiros para o Senado. Para governo, existe a possibilidade de lançar a pré-candidatura do senador Wellington Fagundes, que é o nome mais forte da sigla no estado”.

 

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Nilo Temporada


Comente esta notícia