GERAL & ECONOMIA Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 10:03 - A | A

14 de Maio de 2024, 10h:03 - A | A

GERAL & ECONOMIA / saúde

Vídeo: "O celular é uma droga legalizada", diz médico neurologista

Paulo Abner alertou que o uso excessivo do dispositivo móvel pode levar a uma série de problemas de saúde, principalmente neuropsiquiátricos

Da Redação
Semana7



O uso excessivo do celular pode levar a uma série de problemas de saúde, alertou o médico neurologista Paulo Abner durante participação no podcast ‘Semana7’, na última quinta-feira (09). Veja vídeo no final da matéria.

Conhecido nas redes sociais por ensinar técnicas que aliviam os sintomas da enxaqueca, o profissional afirmou que o dispositivo móvel tem sido utilizado de maneira errada e o considera um tipo de “droga legalizada”.

“A pessoa que é viciada no celular começa a procrastinar e acha até que tem TDAH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade) porque não consegue terminar aquilo que começou. [...] essa tela em excesso, principalmente em rede social, que você fica só jogando para cima, tendo estímulos de dopamina, você começa a engordar, começa a ficar mais ansioso, começa a dormir mal e, quando vê, você já é uma bomba relógio. E aí, quem tem predisposição para enxaqueca, a cabeça explode que é uma beleza”, explicou o médico.

Ainda de acordo com o neurologista, o uso do celular deve ser limitado principalmente no período noturno. “A noite não é hora de ficar no celular. [...] pessoas que têm hábitos diurnos tendem a viver mais porque o nosso corpo foi feito para o dia e não para a noite. Se você começa a desregular todo o seu ciclo circadiano (mais conhecido como relógio biológico) começa a levar a uma série de problemas de saúde, inclusive neuropsiquiátricos”, disse.

A entrevista completa do médico pode ser conferida neste LINK.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real CLIQUE AQUI

VÍDEO



Comente esta notícia