POLÍCIA Terça-feira, 19 de Janeiro de 2021, 09:24 - A | A

19 de Janeiro de 2021, 09h:24 - A | A

POLÍCIA / Em MT

Garota de programa é estuprada 2 vezes por cliente, que não quis pagar antes

Bárbara Sá
RD News



Uma mulher, de 40 anos, que trabalha como garota de programa foi violentada duas vezes por um cliente, na madrugada de segunda (18), em Rondonópolis (218 km de Cuiabá). Depois do primeiro estupro, o criminosso chorou dizendo estar arrependido, contudo em seguida voltou a estuprá-la de novo. O estuprador foi procurado pela Polícia Militar, mas ainda não foi localizado.  

Em depoimento, a mulher contou que foi contratada pelos serviços e que o cliente passou para buscá-la na casa dela. Eles, então foram para casa do cliente e, quando chegaram, ela cobrou o valor combinado, como sempre faz antes de iniciar o trabalho.

Mas o cliente disse que seu cartão só era autorizado a passar às 6h. Então, a mulher disse que queria ir embora, mas que eles poderiam remarcar outro dia, mais cedo. O estuprador não gostou, tentou convencer a vítima, que insistiu em querer ir embora.

Foi então que ele ficou agressivo, a puxou pelos cabelos e subiu em cima dela. Pegou uma corda e ameaçou amarrá-la, dizendo que, se ela não ficasse quieta, iria apanhar para machucar. Com medo, ela tentou se acalmar.

O criminoso aproveitou do momento em que a vítima ficou paralisada, em pânico e cometeu o primeiro estupro. Após o ato, ele começou a chorar, dizendo que estava arrependido e que deixaria ela ir embora.

Mas, por volta das 5h20, ela foi estuprada novamente até ser deixada na porta da casa dela. Lá, ela ligou para a Polícia Militar, que fez rondas na casa onde a vítima foi levada pelo agressor, mas não o encontrou. A placa do veículo foi anotada e o caso foi encaminhado à Polícia Civil.



Comente esta notícia