GERAL & ECONOMIA Sábado, 07 de Outubro de 2023, 07:53 - A | A

07 de Outubro de 2023, 07h:53 - A | A

GERAL & ECONOMIA / FAZ O L

Outubro começa com queda na cesta em MT

O patamar registrado esta semana é o menor desde a segunda semana de agosto

FOLHA MAX



Ao custo de R$ 733,08, a cesta básica na capital do estado está 0,54% mais barata que o apurado na última semana de setembro, uma queda nominal de R$ 4,01. Diferentemente do observado também na semana anterior, o levantamento do Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio Mato Grosso (IPF-MT) mostra que o tomate ajudou a puxar, dessa vez para baixo, o preço do mantimento, uma vez que o item apresentou queda de 4,18% no seu valor.

O presidente do Sistema Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, destaca a variação do preço da cesta básica no comparativo anual, que, nesta semana, está apenas 2,18% maior que o observado no mesmo período do ano passado, quando o mantimento custava R$ 717,43.

“O patamar registrado esta semana é o menor desde a segunda semana de agosto. A queda no preço em boa parte dos alimentos é muito positiva para o consumo familiar na capital, já que mantém alguns preços em patamares abaixo dos avaliados no mesmo período do ano passado”, afirma Wenceslau Júnior.

É o caso do leite, que está 8,02% menor na comparação com a primeira semana de outubro do ano passado. Já o feijão, apresenta um recuo de 11,22% no mesmo período. Os dados são divulgados por meio do Boletim Semanal da Cesta Básica do IPF-MT.

A batata é outro alimento que vem registrando consecutivas quedas no preço. O recuo semanal do tubérculo foi de 2,11% em seu preço médio, atingindo o valor de R$ 4,27/kg. O item apresenta variação de -16,78% no acumulado de cinco semanas e de -25,68% em relação ao mesmo período do ano passado.

O superintendente da Fecomércio-MT, Igor Cunha, também explica a diminuição no preço na variação anual da cesta. “Enquanto na última semana de setembro, a diferença anual era positiva em 5,39%, esta semana passa para 2,18%. Isso ocorre devido ao período atual estar em recuo, assim como na mesma semana do ano passado, o mantimento vinha oscilando e atingindo valores acima de R$ 700,00 na capital”.

Já com relação às variações semanais dos componentes da cesta, o crescimento observado no preço da banana, de 1,37%, pode ter essa variação ligada à sua oferta instável. Em relação à mesma semana de 2022, o preço atual da banana está 22,47% maior, passando de R$ 7,41/kg na primeira semana de outubro do ano passado para R$ 9,20/kg neste ano.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI).

Egresso do Sistema


Comente esta notícia