GERAL & ECONOMIA Quarta-feira, 11 de Outubro de 2023, 07:12 - A | A

11 de Outubro de 2023, 07h:12 - A | A

GERAL & ECONOMIA / REPATRIAÇÃO

Voo da FAB com primeiros 211 brasileiros repatriados de Israel chega ao Brasil

Turistas, empresários, pastores, produtores de vídeo, escritores e aposentados celebram retorno em segurança da zona de conflito no Oriente Médio

Da Redação
c/ Assessoria



lívio, satisfação, segurança e gratidão. Esses foram os sentimentos mais expressados por alguns dos 211 brasileiros que chegaram nesta madrugada no primeiro voo da Força Aérea Brasileira (FAB) para repatriar brasileiros da região de conflito entre Israel e palestinos. A aeronave KC-30 (Airbus A330 200) aterrissou na Base Aérea de Brasília às 4h07 da madrugada desta quarta-feira, 11/10.

Turistas, empresários, escritores, pastores, produtores de vídeo, aposentados que estavam em várias regiões de Israel foram acolhidos pela operação Voltando em Paz. A logística começou a ser organizada no sábado (7/10) pelo Governo Federal, assim que teve início o conflito que já deixou milhares de mortos dos dois lados da fronteira.

“Saímos de Tel Aviv debaixo de mísseis e chegamos ao Brasil com aplausos. A nossa esperança é olhar para o céu e saber que não cairão bombas”, resumiu o escritor e empresário brasiliense Fabrício Ramon Lopes, que relatou um ambiente tenso nas proximidades do aeroporto de Tel Aviv, em função dos sons de explosões geradas pelo sistema de defesa aéreo israelense e de alarmes sonoros.

“Estou muito contente que tenha dado tudo certo, muito satisfeito”, afirmou o paulista José Altona, que viajou para encontrar a filha numa cidade perto de Haifa, no norte de Israel. “Muito contente que tenha dado tudo certo. Espetacular essa gentileza de nos trazerem de volta. Foi um show de competência”, comentou.

Pastor e empresário cearense, Jorge Araújo estava em Jerusalém quando teve início o protocolo de sirenes e sinais para que todos buscassem abrigo. Para ele, a sensação é de paz por chegar bem ao território brasileiro. “Muita felicidade, muita alegria. Queria agradecer familiares e amigos pelas orações, jejuns, lágrimas. Não é fácil para eles, mas a gente estava sempre sendo bem cuidado lá, muito protegidos”.

O produtor de vídeo brasiliense Gleik Max não escondeu o alívio ao pisar em solo nacional. Ele estava em Israel para uma gravação de um documentário. “Cara, é incrivelmente satisfatório chegar depois de tudo o que a gente viveu lá. Nem de perto estive no front ou perto de explosão real, mas saber que estamos no Brasil depois da iminência de um ataque, de sentir a tensão da guerra, as sirenes tocando, é incrível”, disse. “Só quero agradecer a esse milagre divino e a ação do Governo Federal, que foi muito positiva, rápida e efetiva”, afirmou.

LOGÍSTICA - Na chegada a Brasília, os passageiros foram recepcionados pelo ministro da Defesa, José Múcio, pela ministra substituta do Ministério das Relações Exteriores, Maria Laura da Rocha, e pelo tenente brigadeiro Damasceno, comandante da Aeronáutica.

“Estamos muito felizes de poder estar recebendo em condições boas de saúde, sãos e salvos, os nossos compatriotas”, afirmou Maria Laura da Rocha. “Nosso objetivo é trazer todos de volta. Ainda temos cerca de 2.500 brasileiros em Israel e 50 na Faixa de Gaza até o momento. Estaremos sempre aqui para receber os outros que chegarão”.

ESTRUTURA - Uma segunda aeronave com o mesmo perfil de 210 lugares fará o trajeto entre Israel e o Brasil nesta quarta-feira. Na tarde de terça (10/10) à tarde, uma terceira aeronave para repatriação de brasileiros decolou do Brasil. A KC-390 Millennium (Embraer) tem capacidade para 60 lugares.

Ainda nesta quarta, no fim do dia, a mesma tripulação que chegou a Brasília nesta madrugada, sob coordenação do comandante Marcos Olivieri, decola novamente para Israel com o KC-30 para dar sequência aos resgates. “É uma sensação gratificante fazer parte disso. A gente se sente muito honrado. A recompensa maior é o sorriso dos brasileiros na aeronave”, disse Olivieri.

A Embaixada do Brasil em Tel Aviv organiza grupos de brasileiros por critérios de prioridade – residentes no Brasil e, dentre estes, pessoas com deficiência, idosos, grávidas e grupos com menores de idade – para embarque nos voos da FAB previstos para serem realizados entre hoje e o próximo domingo. Além de organizar o embarque, a embaixada realiza o transporte desses passageiros desde Jerusalém e de Tel Aviv ao aeroporto Ben-Gurion. Quando necessário, é providenciada documentação de viagem, além de registro consular de nascimento aos filhos de brasileiros nascidos no exterior que ainda não tenham sido registrados.

GAZA E CISJORDÂNIA - O Escritório em Ramala monitora a situação dos brasileiros na Faixa de Gaza e na Cisjordânia. As condições de retirada nessas regiões apresentam desafios adicionais porque as fronteiras estão fechadas. Em coordenação com a Embaixada do Brasil no Cairo, o Itamaraty segue trabalhando para viabilizar a evacuação dos brasileiros.

“Vamos trazer todos os brasileiros que estão na região. O Itamaraty já está no contato com países vizinhos para ver se deslocamos os brasileiros que estão no entorno. A Aeronáutica já tem montado um esquema especial para trazer. São grupos pequenos, lá tem de se deslocar por terra porque não temos acesso para que o avião pouse. Estamos trabalhando para levá-los para um lugar seguro e que possam também voltar a sua terra”, disse o ministro da Defesa, José Múcio. Segundo ele, o Brasil foi o primeiro país a concretizar operação de repatriação de cidadãos. “Desde sábado a Aeronáutica está debruçada nessa logística, com um gabinete de crise aqui e outro em Tel Aviv”.

Segundo o tenente brigadeiro Damasceno, comandante da Aeronáutica, está sendo feita uma análise detalhada do cenário em Gaza. “Inicialmente imaginava-se a Cidade do Cairo como base, mas é uma distância longa, tem alguns checkpoints a serem cruzados. Estamos analisando outros dois aeroportos, ao norte e Nordeste do Egito”, explicou. “Apesar da sensibilidade da região, temos certeza de que traremos todos”.

VÍTIMAS BRASILEIRAS - Na manhã desta terça (10/10), a família da brasileira Bruna Valeanu, desaparecida desde sábado (7/10), confirmou a morte da jovem. A estudante estava na festa rave Universo Paralello quando o local foi invadido por integrantes do Hamas. Segundo informações da mídia israelense, ao menos 260 corpos foram encontrados no local. O Governo Federal também tomou conhecimento do falecimento do cidadão brasileiro Ranani Nidejelski Glazer, natural do Rio Grande do Sul, vítima dos atentados ocorridos no último dia 7 de outubro, em Israel. “Ao solidarizar-se com a família, amigas e amigos, o Governo brasileiro reitera seu absoluto repúdio a todos os atos de violência, sobretudo contra civis”, indicou trecho de nota divulgada pelo Ministério das Relações Exteriores.

CONSELHO DE SEGURANÇA - Durante o mês de outubro, o Brasil assumiu a Presidência rotativa do Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) pelo período de um mês. O país ocupa uma das 10 vagas do Conselho para membros não permanentes, em um mandato que irá até o fim deste ano. É a segunda vez no atual biênio que o Brasil ocupa a Presidência temporária do Conselho – a primeira ocorreu em julho de 2022. O país também é um dos maiores participantes entre os membros não permanentes do CSNU, atrás apenas do Japão. Desde a criação do órgão, em 1948, esse é o 11º mandato brasileiro.

"O Brasil não poupará esforços para evitar a escalada do conflito, inclusive no exercício da Presidência do Conselho de Segurança da ONU. Conclamo a comunidade internacional a trabalhar para que se retomem imediatamente negociações que conduzam a uma solução ao conflito que garanta a existência de um Estado Palestino economicamente viável, convivendo pacificamente com Israel dentro de fronteiras seguras para ambos os lados", destacou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas redes sociais.

SERVIÇO - A Embaixada do Brasil em Tel Aviv está publicando formulário para inscrição de interessados nos eventuais voos de repatriação e transmite instruções para deslocamento ao aeroporto de Ben-Gurion à medida que se confirmem os voos. O formulário está disponível aqui.

Entre no grupo do Semana7 no WhatsApp e receba notícias em tempo real (Clique AQUI). 

Prestação de Contas Governo - 2022 728


Comente esta notícia